segunda-feira, 31 de março de 2008

Aplausos para Satie

Marcela Benvegnu

O Teatro da Dança (TD), no Edifício Itália em São Paulo recebe na segunda-feira, às 20h, grandes artistas e companhias de dança para uma homenagem especial. “Para Ivonice Satie” homenageia a coreógrafa homônima, que inaugurou companhias — ela foi a maior responsável pela criação da Cia. 2 do Balé da Cidade de São Paulo (BCSP)— , modificou grupos, propôs mudanças, mirou o futuro ancorada na bagagem que trazia de seus mestres, professores e colegas.Os trabalhos escolhidos para serem apresentados no pequeno palco do TD, são grandes por revelarem a força da coreógrafa que ao longo de sua trajetória deixou marcas que ainda perpetuam em companhias em forma de coreografias.
Na noite de festa, “O Cisne”, de Ivonice será interpretado por Beto Regina; “Vôo Branco”, de Anselmo Zolla — com que ela ainda trabalha na direção da Companhia Sociedade Masculina — será executado pelo Studio3 Cia. de Dança. A interpretação de “Shogum”, que pode ser considerada a maior obra-prima de Ivonice fica à cargo da Cia. de São José dos Campos/Fundação Cassiano Ricardo; “Quixotes do Amanhã”, de Fernando Machado, será apresentado pela Cia. de Danças de Diadema, que hoje tem direção de Ana Botosso, mas foi criada por Ivonice. “Cuida de Mim”, duo de “Grito Verde”, será interpretado pela Cia de Dança do Amazonas, que Ivonice dirigiu por três anos. “Frágil” — criado em 1997 para a Galili Dance e incorporado ao repertório do Balé da Cidade de São Paulo em 2005, de Itzik Galili, também faz parte do repertório da noite.
“Ave Maria”, com criação e interpretação de Luis Arrieta deve emocionar, assim como “Valsa Sem Nome”, de Ivonice, que será interpretada por Andrea Thomioka e Israel Alves; “Por... que”, de Ismael Guiser, com a Cisne Negro Cia. de Dança e “Saga”, de Ivonice com a Cia. Sociedade Masculina. A surpresa deve ficar com a estréia de “Parole ... Parole”, coreografia de Zolla e Ivonice para a Studio3 Cia. de Dança. A noite também conta com a exibição do vídeo “Ivonice Satie — Trajetória de Uma Bailarina”.

COREÓGRAFA — Ivonice estudou na Escola Municipal de Bailados de São Paulo, onde atuou por 14 anos no então Corpo de Baile do Theatro Municipal de São Paulo — atual BCSP. Durante oito anos foi bailarina e solista do Ballet du Grand Théatre de Genève, de onde voltou para dirigir o BCSP. Também foi assistente da Cisne Negro Companhia de Dança. Suas obras já foram dançadas por grupos e companhias relevantes como a Jeune Ballet de France, Teatro da Cidade de Wiesbaden, Croatia National Ballet, Genève Junior Ballet, San Francisco Ballet, Maximum Dance Company (Miami), Cia Dançando com a Diferença (Ilha da Madeira), Miami City Ballet, Fernando Bujones (São Paulo), e outras.

PARA VER — “Para Ivonice Satie”. Segunda-feira, às 20h, no TD (avenida Ipiranga, 344), no subsolo do Edifício Itália, em São Paulo. Mais informações (11) 2189-2555.

Crédito: Ronaldo Aguiar

Nenhum comentário:

Revista de Dança

Queridos amigos e seguidores do Tudo É Dança, Escrevo hoje para dividir com vocês todos, que dançam comigo aqui durante todos esses anos, ...