quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

‘Puntear’ faz temporada no CCSP

Marcela Benvegnu

Por meio da improvisação em dança e em música, os intérpretes e criadores de “Puntear” podem ser vistos amanhã, domingo, e nos dias 24 e 25 de janeiro em diversos espaços do Centro Cultural São Paulo (CCSP). Protagonizado por integrantes da Cia. Damas em Trânsito e os Bucaneiros — entre eles está a piracicabana Carolina Callegaro — o trabalho explora espaços não convencionais, para desenvolver composições de movimento. Inspirada na arquitetura, sons e ambiente, a performance nasce da leitura corporal e sensorial do espaço.
A proposta do grupo é possibilitar novos olhares para o lugar e a meta é a transformação da dinâmica cotidiana. A pesquisa de linguagem corporal do trabalho é baseada no treinamento do contato improvisação, da dança-teatro e da ocupação de espaços não convencionais, pesquisa que o diretor Alex Ratton desenvolve há mais de dez anos como integrante da Cia. Nova Dança 4, sob direção de Cristiane Paoli Quito. “Cada apresentação é única até quando feita no mesmo espaço, consideramos a sonoridade e a freqüência de pessoas no momento. O cotidiano do lugar é incorporado na performance. Antes da apresentação, vamos ao local observar as possibilidades de movimento e interferência”, fala Ratton.
¤
COMPANHIA — A Cia. Damas em Trânsito e os Bucaneiros iniciou seus trabalhos em 2006 e nesse mesmo ano foi contemplada com o prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna, com o projeto de pesquisa “Puntear”. Como parte dessa pesquisa, em 2007 realizou diversas apresentações em espaços não convencionais como praças, escolas e outros espaços públicos em diversas cidades, inclusive, em Piracicaba.
A companhia tem como base de sua pesquisa as inter-relações entre as linguagens da dança e da música e é constituída por um diretor e seis intérpretes-criadores que dançam e tocam instrumentos como acordeon, piano, violão, escaleta, percussão, baixo e voz. A diversidade de formação de seus integrantes, que passa pela dança contemporânea, balé clássico, contato improvisação, dança-teatro, artes marciais, clown, música erudita e popular, proporcionou naturalmente a descoberta de uma linguagem híbrida, oriunda da mistura espontânea do universo particular dos artistas e das relações entre as linguagens.
¤
PARA VER — “Puntear”, com Cia. Damas em Trânsito e os Bucaneiros e direção de Alex Ratton. Amanhã, domingo, dias 24 e 25 de janeiro, às 16h, no Centro Cultural São Paulo (rua do Vergueiro, 1.000), em São Paulo. Entrada gratuita. Mais informações (11) 3383-3402.

Nenhum comentário:

Revista de Dança

Queridos amigos e seguidores do Tudo É Dança, Escrevo hoje para dividir com vocês todos, que dançam comigo aqui durante todos esses anos, ...