sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Robbins brasileiro


Marcela Benvegnu

Inspirado na premiada coreografia de Jerome Robbins, com música de Leonard Bernstein, letras de Stephen Sondheim e texto de Arthur Laurents, “West Side Story” está sendo montado no Brasil pela primeira vez. O musical, um dos mais famosos da Broadway, estréia no dia 8 de março, no Teatro Alfa, em São Paulo. A versão brasileira é assinada por Cláudio Botelho, com direção musical de Luis Gustavo Petri, adaptação coreográfica de Tânia Nardini, figurinos de Fábio Namatame e direção geral, iluminação e cenários de Jorge Takla.
Graças ao seu aspecto revolucionário, que trouxe para os musicais uma linguagem mais jovem e ágil de tudo que tinha sido feito anteriormente na Broadway, “West Side Story” se tornou um dos espetáculos mais premiados de todos os tempos, tanto em sua produção original como em sua versão para o cinema. A coreografia de Robbins é considerada, até os dias de hoje, a melhor já concebida para um musical. Também devido à excelência de sua música, com canções como “Maria”, “Tonight”, “América” e “I Feel Pretty”, o espetáculo foi traduzido para mais de 15 idiomas.
Ambientado em Manhattan nos anos 60, “West Side Story” conta a história de amor de Tony e Maria. Trata-se de uma adaptação moderna de Romeu e Julieta, de Shakespeare, que nasce em meio à rivalidade de duas gangues de rua, retratando os conflitos de uma juventude que crescia embalada ao som do mambo, do rock e inspirada na rebeldia de James Dean. O elenco é encabeçado por Francarlos Reis (Doc), Adalberto Halvez (Bernardo) e Luciano Andrey (Riff), além de 42 atores e 24 músicos da orquestra. O espetáculo fará curtíssima temporada, com 100 apresentações, permanecendo em cartaz no Alfa até julho de 2008.
ROBBINS — Jerome Robbins (1918-1998) foi um dos maiores coreógrafos americanos de todos os tempos. Levou aos palcos dança clássica, moderna e contemporânea e criou um novo estilo de se fazer musical. Entre seus trabalhos estão “On the Town”, “High Button Shoes”, “The King And I”, “The Pajama Game”, “Bells Are Ringing”, “Gypsy: A Musical Fable”, “Fiddler on the Roof”, porém, com certeza, a coreografia de “West Side Story”, é sua melhor obra.
PARA VER — “West Side Story”. A partir de 8 de março, no Teatro Alfa (rua Bento Branco de Andrade Filho, 722), em São Paulo. De quinta e sexta, às 21h; sábado 17h e 21h, e domingo, 18h. Os ingressos variam entre R$ 40 e R$ 150. Mais informações: (11) 5693-4000.

Nenhum comentário: