quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Na rota da seda

Crédito: Alceu Bett

Marcela Benvegnu

Com direção de Roseli Rodrigues, o Raça Cia. de Dança chega hoje, às 20h, ao Sesi Piracicaba, para apresentar “Caminho da Seda”. Inspirado na Rota da Seda — elo entre o Ocidente e o Oriente — o trabalho leva ao palco mais de 600 metros de tecido que se misturam aos movimentos dos bailarinos. Hoje, após a apresentação, acontece um bate-papo com o grupo. Amanhã, às 15h, a companhia oferece um workshop gratuito, e às 20h a montagem será reapresentada. A entrada é gratuita.
Com coreografias de Roseli, o espetáculo de dança contemporânea mostra a união entre as nações e as etnias por onde passava a Rota da Seda, que além de servir como rota comercial, também deu origem à transmissão de conhecimentos, idéias e culturas e foi palco de inúmeras histórias, batalhas e romances. “O trabalho estreou em 2002, no Festival de Dança de Joinville, e depois sofreu uma releitura em 2005, para o mesmo festival”, conta Edy Wilson, assistente de direção da companhia.
“O ponto de partida da montagem é a Rota da Seda, mas a pesquisa da Roseli (Rodrigues) foi buscar o lado humano e não político do fato. Ela tentou desenvolver as sensações, emoções e relações que a rota promoveu e também tentou transcrever a nós artistas e ao público esses mesmos idéias”, conta Wilson. Em cena estão 12 intérpretes — Andrea Spósito, Carolina de Sá, Danilo Francisco, Jhean Allex, Juliana Portes, Luana Espíndola, Luis Crepaldi, Anderson Couto, Priscila Ribeiro, Rafael Luz, Rafael Zago e Rony Dias — que usam os mais de 600 metros de tecido com fibra de seda, não como cenário, mas sim como elemento coreográfico.
A parte musical conta com arranjos de Fábio Cardia e músicas do duo australiano Dead Can Dance, da cantora israelita Ofra Haza e Greg Ellis. O projeto de iluminação é de Yves Christian, e concepção de figurinos e maquiagem assinados por Maurício Pina e Roseli Rodrigues.

HISTÓRIA — Fundado na década de 80, o Raça Cia. de Dança de São Paulo tem em seu repertório trabalhos assinados por renomados coreógrafos como Luis Arrieta, Ivonice Satie, Henrique Rodovalho e Roseli Rodrigues — coreógrafa residente. A itinerância dos workshops e espetáculos do grupo pelas principais cidades do Brasil tem como objetivo principal popularizar a prática da dança e favorecer a criação de platéias. Em 2001 e 2002, com o apoio da Funarte e do Ministério da Cultura, a companhia se apresentou em diversas cidades dos Estados de Minas Gerais e São Paulo.
Como convidada, realizou turnê pela Itália, incluindo as cidades de Roma, Terni, Salermo, Tagliacosa, Crotone, Enna, Calabicheta, Piazza Armería e pela Sicília. Em 2004, se apresentou em Portugal no 39º Festival de Sintra, e no ano seguinte foi convidada para a Noite de Gala do 23º Festival de Dança de Joinville. “Estamos muito felizes com a participação no projeto Sesi Dança. O público tem prestigiado em peso as nossas apresentações, fruto do reconhecimento do nosso trabalho”, atesta o assistente.


Nenhum comentário:

Revista de Dança

Queridos amigos e seguidores do Tudo É Dança, Escrevo hoje para dividir com vocês todos, que dançam comigo aqui durante todos esses anos, ...