terça-feira, 24 de março de 2009

Quanto pesa o público?


Marcela Benvegnu

A Cia. Corpos Nômades estréia hoje, às 21h, no O Lugar — sede do grupo — em São Paulo, o espetáculo “Hotel Lautréamont — Os Bruscos Buracos do Silêncio”, que foi contemplado pelo 4º Programa Municipal de Fomento à Dança. Com coreografia e direção de João Andreazzi, a montagem explora todo o espaço cênico do local de forma itinerante e participativa. A entrada é gratuita.
No hotel o público é recebido por camareiras e encaminhado à pesagem, onde os bailarinos, com grandes rabos de cavalo, estão de prontidão. A somatória do peso da platéia é utilizada em cena posteriormente e toda a coreografia traz um universo surreal e instigante ao público que assiste o trabalho caminhando pelo espaço e bem perto dos intérpretes. Frases saem das bocas das personagens de variadas formas: ora roendo unhas, pelo microfone, ou soprada boca a boca. Formas de animais surgem na cena, unindo corpos e expressões. As cores, a iluminação e a sonoplastia trazem um ar sombrio de antigos hotéis, como os que o Conde de Lautréamont costumava se hospedar para escrever suas histórias.
João Andreazzi e a Cia. Corpos Nômades se inspiraram na obra de Isidore Ducasse, que adotou o pseudônimo de Conde de Lautréamont para escrever “Os Cantos de Maldoror” — escrito entre 1868 e 1869. Nascido no Uruguai, o autor morreu misteriosamente em 1870, desconhecido, aos 24 anos, em Paris. No elenco do trabalho estão Aldiane Dela Costa, João Andreazzi, João Pirahy, Mariana Mantovani, Ricardo Silva e Tiago Teles. Para a montagem a companhia teve assessoria poética e dramatúrgica de Claudio Willer.
¤
PROCESSOS —Todos os trabalhos da Cia. Corpos Nômades buscam experimentar as amplas possibilidades de atuação cênica corporal, envolvendo múltiplas linguagens além da própria dança contemporânea, como teatro, vídeo-arte, música, literatura e instalações performáticas. O objetivo da companhia é atuar na formação, criação e na difusão das artes cênicas contemporâneas. Em nove anos anos de atuação a Corpos Nômades recebeu alguns prêmios significativos como o da Associação Paulista de Críticos de Arte 2000, Funarte — EnCena Brasil 2002, Rumos Itaú Cultural Dança 2003, Prêmio Estímulo à Dança 2004, Associação Paulista de Críticos de Arte 2005, 1º Programa Municipal de Fomento à Dança de São Paulo 2006, Funarte Klauss Vianna 2007 e 4º Programa Municipal de Fomento à Dança de São Paulo.
¤
PARA VER — “Hotel Lautréamont — Os Bruscos Buracos do Silêncio”, com a Cia. Corpos Nômades. Estréia hoje, às 10h, em O Lugar (rua Augusta, 325), no Centro, em São Paulo. A temporada vai até o dia 26 de abril. Às sextas e sábados, 21h, e aos domingos, às 20h30. A entrada é gratuita. Mais informações (11) 3237-3224 ou www.ciacorposnomades.art.br.

2 comentários:

Marina Teixeira disse...

Má!! Será que você lembra de mim? Acredito que sim... Dancei com você no 415 e estagiei no Jornal de Pira!
Sábado passado fui assistir a Cia Corpos Nômades. Gostei tanto que vim na internet procurar mais coisas sobre eles e veja só o que encontro... O seu blog!!! Que legal Má... A dança é carente de profissionais como você. Parabéns!
"Hotel Lautrèamont" é demais. Instigante apresentação que apresenta um estudo profundo da dança, mesclada com dramaturgia, vídeo-arte, poesia... Vale a pena!!
Bom, é isso Má, sucesso, beijo grande,
Marina.

Anônimo disse...

Má!! Será que você lembra de mim? Acredito que sim... Dancei com você no 415 e estagiei no Jornal de Pira!
Sábado passado fui assistir a Cia Corpos Nômades. Gostei tanto que vim na internet procurar mais coisas sobre eles e veja só o que encontro... O seu blog!!! Que legal Má... A dança é carente de profissionais como você. Parabéns!
"Hotel Lautrèamont" é demais. Instigante apresentação que apresenta um estudo profundo da dança, mesclada com dramaturgia, vídeo-arte, poesia... Vale a pena!!
Bom, é isso Má, sucesso, beijo grande,
Marina.